PROGRAMAÇÃO
Secretaria de Segurança e Brigada Militar avaliam operação integrada
08/02/2019 10:04 em Novidades

 

Gabinete de Gestão Integrada de Segurança foi reativado para planejar ações

A Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS) se reuniu nesta semana com a Brigada Militar (BM) para tratar sobre a reativação do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança (GGI). A medida busca alinhar ações em locais específicos, conforme a demanda da comunidade. O formato de trabalho será composto pelo tripé planejamento, operação e avaliação de resultados. Nesta semana, foi averiguada a primeira operação conjunta, chamada de Operação de Alinhamento, que ocorreu no último fim de semana em diversos locais da cidade.

Conforme o titular da SMSPPS, Ederson Cunha, nessa reativação serão verificadas as percepções de cada órgão a fim de definir estratégias e pontos de risco. “Estamos fazendo a concentração de ações com as entidades vinculadas, a readequação de planejamentos. Somamos esforços entre Corpo de Bombeiros, 12º Batalhão de Polícia Militar, Batalhão de Aviação da Brigada Militar, Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, e Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO) Serra. Trabalhamos no sentido de otimizar os recursos humanos e materiais, a fim de identificar situações de necessidade a atuar em toda a cidade”, comenta.

Nessa gestão integrada, a prefeitura atua não apenas por meio da SMSPPS, mas também das secretarias do Urbanismo e de Trânsito, Transportes e Mobilidade. “A aproximação das secretarias municipais às outras forças de segurança é o que buscamos neste momento, para dar apoio. Não vamos fazer somente ações repressivas, mas também preventivas e protetivas. Aí entra ainda mais o papel da Guarda Municipal”, ressalta Cunha.

Conforme o decreto que o criou (19.827/18), o GGI tem o objetivo de elaborar estratégias para a redução da violência e criminalidade; tornar mais ágil e eficaz a comunicação entre os órgãos que o integram; contribuir para a harmonização da atuação e integração operacional dos órgãos municipais, estaduais e federais de fiscalização; organizar e analisar dados estatísticos e realizar estudos sobre a violência e a criminalidade local; propor ações integradas de segurança pública, no nível municipal, e monitorar suas ações; interagir com os fóruns municipais e comunitários de segurança com o objetivo de constituir uma política municipal preventiva de segurança pública e contribuir para a reformulação e criação de leis e decretos municipais pertinentes aos assuntos relacionados à segurança pública.

Além de Cunha, do diretor da Guarda Municipal (GM), Ivo Rauber, e de dois servidores da GM, estiveram presentes no encontro o tenente-coronel Glauco Alexandre Braga, do CRPO Serra, e o tenente-coronel Jorge Emerson Ribas, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM).

COMENTÁRIOS