PROGRAMAÇÃO
Propostas aprovadas em Conferência Municipal do Idoso serão levadas ao encontro estadual
01/04/2019 15:12 em Novidades

Foram discutidos diversos temas voltados à população da terceira idade

"Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas" foi o tema que norteou a V Conferência Municipal do Idoso, promovida pela Prefeitura de Caxias do Sul e pelo Conselho Municipal do Idoso (CMI). O evento foi realizado na última sexta-feira (29/03), no bloco J da Universidade de Caxias do Sul (UCS), reunindo cerca de 300 pessoas. Ao longo do encontro, foram discutidas as principais propostas dirigidas à população idosa em nível municipal, que serão levadas para a Conferência Estadual.

A abertura da conferência contou com uma apresentação do Coral Vivere da UCS Sênior e também com o lançamento do Guia Municipal do Idoso pela presidente do CMI, Vanisse Zancan. O material traz uma lista dos principais serviços e contatos para a terceira idade e será distribuído para as entidades do segmento.

"O nosso objetivo nessa conferência é discutir formas de garantir um envelhecimento saudável e sustentável a nível municipal e estadual. Também devemos responder a pergunta: 'Como podemos nos preparar para a velhice?' Nós acreditamos nesse espaço de discussão para a construção coletiva de propostas e políticas públicas", completou Vanisse.

A presidente da Fundação de Assistência Social (FAS), Rosana Menegotto, ressaltou a importância da pessoa idosa, que carrega uma trajetória de vida que merece ser respeitada.

"Temos diversos desafios dentro do poder público para essa população. Entre eles, o de propor o respeito ao idoso e também o de garantir políticas públicas para isso. Ainda defendemos a mudança na lei do Fundo Municipal do Idoso, que hoje só pode ser utilizado através da assistência social. Queremos propor que o fundo também possa ser usado para outras áreas, como saúde, cultura, esporte e lazer", pontuou.

A conferência seguiu com uma palestra ministrada por Ottmar Teske, sociólogo especialista em Ciência Política e consultor da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Na sequência, foi encaminhada a discussão das propostas em grupos, divididos em quatro eixos temáticos: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas – Saúde, Assistência Social, Previdência, Moradia, Transporte, Cultura, Esporte e Lazer; Educação: assegurando direitos e emancipação humana; Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa; Os Conselhos de Direitos: seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.

Após serem discutidas e selecionadas nos quatro grupos, as proposições foram aprovadas na plenária geral. No total, foram discutidas 16 propostas e, dessas, oito devem ser levadas para a Conferência Estadual do Idoso. Entre elas, na área de Transporte, está a criação de campanhas para conscientizar sobre o respeito com a pessoa idosa no transporte público e ainda a maior divulgação dos meios para denúncias contra a população da terceira idade. Na área de Direitos e Deveres, foi sugerida a criação de um Centro de Referência para a Pessoa Idosa e também de uma Delegacia Especial de Proteção ao Idoso em Caxias do Sul. Dentro do tema Saúde, está a revisão e atualização da lista de medicamentos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a reivindicação da aplicação de recursos financeiros estaduais, conforme previsto em lei federal, para os programas de atendimento ao idoso.

Durante o encontro municipal, ainda foram eleitos os oito delegados que representarão Caxias do Sul na VI Conferência Estadual do Idoso, que acontecerá nos dias 31 de maio, 1º e 02 de junho, em Porto Alegre.

COMENTÁRIOS