PROGRAMAÇÃO
Diretores de escolas municipais realizam curso sobre controle do patrimônio público
12/04/2019 13:58 em Novidades

Atividade abre uma série de ações sobre procedimentos relativos aos bens móveis do Município

Controle patrimonial foi a temática da capacitação da Secretaria Municipal de Recursos Humanos e Logística (SMRHL) para mais de 70 diretores de escolas municipais, nesta quinta-feira (11/04), no Centro Administrativo. O curso tratou sobre as normas e procedimentos para o controle dos bens móveis do Município, com o intuito de qualificar os servidores na organização e destinação correta do patrimônio das unidades de ensino. Este é o primeiro treinamento do ano sobre o tema, abrindo uma série de cursos e reuniões que visam aprimorar e otimizar o trabalho de fiscalização pela Seção de Patrimônio Móvel da SMRHL.

“Este treinamento é um espaço para a construção de ideias e melhorias no processo de trabalho entre o nosso setor, as chefias e as comissões de secretarias, apresentando as informações necessárias para que as equipes responsáveis consigam criar coesão no momento da realização deste serviço. É importante que todos estejam padronizados para termos a excelência no controle do patrimônio público municipal”, ressaltou a titular da SMRHL, Vangelisa Lorandi.

Na capacitação, os diretores foram separados em duas turmas, recebendo orientações da chefe da seção, Ana Maciel Monteiro, sobre responsabilidades e fluxos de trabalho. “Foram detalhados o processo para tombamentos, disponibilidade e transferência dos bens móveis do Município”, reiterou Ana. Os servidores também ouviram orientações sobre o inventário anual dos itens patrimoniais. Para auxiliar os participantes, foi entregue um manual sobre o tema.

A diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Carlin Fabris, Amanda Marques, destacou que o curso vai auxiliar a melhorar a rede de informações que constroem o controle acerca do patrimônio móvel escolar. “Este manual também auxiliará para que informações, normas e procedimentos sobre bens móveis sejam repassadas às futuras gestões, o que facilita no entendimento da situação do patrimônio. Além disso, conseguiremos criar uma sistemática de trabalho no monitoramento e cuidado dos pertences públicos”, contou Amanda.

Ao longo dos anos, a prefeitura tem atuado no aprimoramento do controle patrimonial a fim de que os bens públicos estejam disponíveis para a prestação de serviços à população. Desde 2015, a SMRHL trabalha na conferência anual dos bens móveis por meio do inventário geral que, no último ano, verificou em 491 locais do Município a situação de 149 mil itens, avaliados em R$ 63 milhões.

Para otimizar o trabalho e garantir a efetividade do serviço, as comissões responsáveis pelas vistorias contaram com o uso inédito do coletor de dados, que garantiu a finalização do levantamento ainda em outubro de 2018. Em um trabalho conjunto entre secretarias, também foram realizados treinamentos para as comissões de patrimônio e de inventário, além da revisão do decreto que normatiza o controle de bens patrimoniais móveis. “Para se somar a este avanço, nosso setor fez a atualização do manual sobre controle patrimonial”, completou a chefe da Seção de Patrimônio Móvel, Ana Maciel Monteiro.

O próximo encontro ocorre no dia 17 de abril, com representantes de autarquias e fundações do Município.

 

COMENTÁRIOS