PROGRAMAÇÃO
Construção do novo prédio do Pelotão Rodoviário de Farroupilha custará R$ 1,7 milhão
10/09/2019 10:34 em Novidades

O valor foi apresentado na manhã desta segunda-feira (09) no auditório do Centro Administrativo de Farroupilha. Na ocasião, a Prefeitura de Farroupilha apresentou o projeto técnico que foi desenvolvido pelo setor de engenharia do município. A estimativa de R$ 1,7 milhão inclui o gasto necessário para adequar o terreno e erguer o prédio de dois pavimentos, no km 60 da ERS-122, na saída para Porto Alegre. A sede ficará em uma área de 457 metros quadrados, entre a empresa Tramontina e o shopping Golden Center, próximo ao trevo com a RSC-453.

De acordo com o projeto, o posto terá capacidade para atender 30 profissionais. No andar térreo, contará com recepção para o público, banheiros com chuveiro, salas de controle e monitoramento, salas administrativas e refeitório. O segundo pavimento será equipado com alojamento, vestiários, salas de instrução, de apoio e uma sala administrativa. Além de estacionamento para viaturas e demais veículos, o Pelotão Rodoviário de Farroupilha ganhará também um heliponto, que deverá ser utilizado pelo Batalhão de Aviação da Brigada Militar (BavBM) e uma balança para pesagem de veículos pesados.

A nova sede será construída a partir da unificação das matrículas de terrenos da Tramontina. A empresa foi responsável por destinar a porção de terras onde ficará a sede do pelotão. A cedência ao poder público será concretizada em até 15 dias. Além disso, o projeto desenvolvido pela prefeitura será apreciado pela Câmara Municipal. O comandante do Pelotão Rodoviário, tenente Marcelo Stassak, destaca a posição estratégica do novo prédio. Ele enfatiza também os ganhos que o novo local vai proporcionar em mobilidade e segurança.

O comandante do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), coronel João Henrique Gomes Botelho, explica que a corporação comunicou ao Daer sobre o risco que seria aos soldados caso permanecessem na área do antigo pedágio, onde está sendo construído o novo acesso à Forqueta. No entanto, o órgão estadual teria sido intransigente para fazer mudanças no projeto. O comandante acrescenta que ao saber da reestruturação do acesso ao bairro, o Comando Rodoviário decidiu que a sede do pelotão não ficaria mais naquele local, que havia sido cedido pelo Estado em 2014 após a saída da concessionária Convias.

A atual sede fica no km 64 da ERS-122, entre Farroupilha e Caxias do Sul. Os soldados precisam atualmente lidar com o canteiro de obras que se formou em função da remodelação do trevo de acesso à Forqueta, cujas obras estão sendo fiscalizadas pelo Daer. A viabilização da construção da nova sede ainda depende da captação de recursos. A modelagem é discutida, mas o poder público busca apoio do empresariado local.

 

COMENTÁRIOS